• arajara03
  • arajara02
  • arajara01a
  • social
  • arajara04

O que parece uma versão diferente da 'ola', é na verdade uma forma de alerta usada por cães da pradaria, roedores que habitam as pradarias da América do Norte, para se proteger do ataque de predadores.
O movimento é iniciado por um animal e passado através do grupo.

Em um estudo, cientistas canadenses concluíram que esses roedores dão pequenos pulos e emitem sons para "testar" se seus vizinhos estão alertas.

caes
Cães da pradaria são roedores que habitam as pradarias da América do Norte

Detalhes do estudo foram divulgados na publicação científica Proceedings B journal do Royal Society.

"Tudo certo"
Jim Hare, da Universidade de Manitoba em Winnipeg, Canadá, que liderou o estudo, disse que esse comportamento contagioso é a maneira que os animais encontraram para "testar o sistema de transmissão de informação."

Ele disse à BBC: "É um sinal visível e audível que diz: "tudo certo", que eles podem continuar comendo pois não há ameaças imediatas, como predadores."
Hare e seus colegas decidiram pesquisar se os cães da pradaria que iniciam o movimento mudavam de comportamento de acordo com a maneira com que o resto do grupo respondia.

Para isso os cientistas filmaram os animais e descobriram, através das imagens, que quando o grupo respondia com um 'ola', o cão da pradaria que iniciou o alerta relaxava um pouco, e passava mais tempo procurando por comida do que vigiando a chegada de predadores.

"A ação realmente sugere que esses animais estão fazendo uma avaliação", disse Hare. "Eles estão confiando em seus vizinhos da mesma forma que nós humanos."

Detalhes
Outros especialistas em comportamento animal apontaram que ainda existem outras perguntas a serem respondidas antes de se confirmar que os cães da pradaria têm real consciência de como outros indivíduos estão se comportando.

Um pesquisador disse que os cães da pradaria poderiam estar apenas seguindo "pistas simples".

Alan McElligott, da Queen Mary University de Londres, que estuda o comportamento animal, disse que a pesquisa foi muito interessante, e elogiou a equipe por ter feito o estudo usando animais em seu estado selvagem.
"Provavelmente seria impossível criar um conjunto experimental capaz de imitar a ação do cão de pradaria", disse ele.

Porém, McElligott acrescentou que ainda há "muitas outras perguntas sobre o comportamento que devem ser respondidas no futuro".
Hare concordou que um estudo mais detalhado ajudaria os cientistas a entenderem as regras por trás dessas ações.

Clique aqui para ver o vídeo:
http://www.bbc.co.uk/portuguese/videos_e_fotos/2014/01/140109_roedores_ola_predadores_2_an.shtml

Clique aqui para acessar

banner socialempresarial

FanPage do Arajara

facebook arajara

Promoções

tag promo home

 

coleta seletiva lixoO Instituto Arajara em parceria com o Instituto Federal de Educaçao, Ciências e Tecnologias (IFCE), Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), Prefeitura Municipal de Barbalha, Secretarias de Educação e Meio Ambiente de Barbalha, estão desenvolvendo o seguinte projeto ‘COM O ARAJARA EM AÇÃO NÃO SE ENCONTRA LIXO NO CHÃO’.
Professores do Instituto Federal, trazem seus alunos e vão as escolas publicas do entorno do Arajara Park que juntamente com seus professores e alunos, promovem aulas de educação ambiental, enfatizando os cuidados com o lixo. Os alunos de baixa renda recolhem o lixo do entorno, trazem para o Instituto Arajara, sob a supervisão do IFCE e trocam o lixo por entrada ao Parque Aquático, tornando-se assim um projeto sócio-ambiental de extrema relevância.

rppn No Arajara Park está a única RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural), do Sul do Ceará, reconhecida pelo Ministério do Meio Ambiente. Está sendo elaborado um plano de manejo que contempla nesta área especifica, educação ambiental, ecoturismo e pesquisa cientifica.

Clique na imagem para ampliar

gruta do_fariasLocalizada no Município de Barbalha, no sopé da chapada do Araripe, próximo ao disrito de Arajara, é uma gruta arenítica, da idade do cretáceo inferior, com cerca de 100 milhões de anos, onde existem registro de vida pré-histórica  e 150m de extensão. No seu teto encontram-se conjuntos de espeleotemas de grande beleza cênica, sendo a única gruta arenítica do ceará com água e a maior do nordeste, donde jorram, segundo o DNPM – Departamento Nacional de Produção Mineral, cerca de 200 mil litros de água por hora.

soldadinho do araripe


Descoberto nos arredores da Gruta do Farias – Arajara Park, na cidade de Barbalha - Ceará em Dezembro de 1996 por Galileu Coelho e Weber Silva. Esse passaro é símbolo de conservação da Chapada do Araripe – Decreto municipal Nº 24/2009. Única espécie existente no planeta que só habita no sopé da Chapada do Araripe.

Está ameaçado de extinção, com cerca de 800 exemplares. Tem a Gruta do Farias e suas levadas como habitat preferido.

Para contribuir com a preservação do soldadinho foram cultivadas plantas que dão frutos e alimentos, na diversidade que a espécie requer, para sua conservação e procriação.

Sobre esse belo pássaro, foram feitos e publicados vários estudos científicos.