• arajara03
  • arajara02
  • arajara01a
  • social
  • arajara04

Tubarão-branco atacou e matou surfista de 35 anos no fim de semana.
Clube de surfistas alerta para grande quantidade de ataques.

tubarao

A morte no fim de semana de um surfista após o ataque de um tubarão-branco em uma praia do sudoeste da Austrália reavivou o pedido para que todos os animais com mais de três metros sejam sacrificados, informou nesta segunda-feira (25) a imprensa local.

O pedido foi feito depois da morte do surfista Chris Boyd, de 35 anos, em uma das praias perto da cidade de Gracetown, após o recente ataque de um tubarão, que é procurado intensamente pelas autoridades do estado da Austrália Ocidental.

A morte de Boyd é a primeira deste ano no estado da Austrália Ocidental, conhecido por ataques fatais de tubarões, e a terceira em uma década no litoral de Gracetown.

O presidente do clube de surfistas da região de Margaret River, Tom Innes, disse que o litoral da Austrália está infestado de tubarões-brancos devido ao status de proteção que têm no país.

"O número de tubarões está aumentando e estão atacando um número maior de pessoas que antes. Evidentemente, há mais tubarões na água e tubarões de grande tamanho são mais agressivos", disse Innes em declarações citadas pela agência local "AAP".

Mas o presidente do Governo do estado da Austrália Ocidental, Colin Barnett, se opõe ao massacre dos tubarões e aos esforços da organização americana OCEARCH para etiquetar os animais como o fez em outras partes do mundo, acrescentou a "AAP".

O Ministério do Ambiente da Austrália calculou que havia menos de dez mil exemplares de tubarão-branco em 1990, ano no qual foi incorporado na lista de espécies protegidas, embora seja impossível fazer uma avaliação exata da população.

O grande tubarão-branco, que chega a medir até 5,5 metros, adquiriu fama mundial de assassino na década dos 70 com o filme "Tubarão", dirigido por Steven Spielberg.

No entanto, este animal aquático se alimenta de peixes e outras espécies como arraias, mamíferos, crustáceos e aves.

Clique aqui para acessar

banner socialempresarial

FanPage do Arajara

facebook arajara

Promoções

tag promo home

 

coleta seletiva lixoO Instituto Arajara em parceria com o Instituto Federal de Educaçao, Ciências e Tecnologias (IFCE), Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), Prefeitura Municipal de Barbalha, Secretarias de Educação e Meio Ambiente de Barbalha, estão desenvolvendo o seguinte projeto ‘COM O ARAJARA EM AÇÃO NÃO SE ENCONTRA LIXO NO CHÃO’.
Professores do Instituto Federal, trazem seus alunos e vão as escolas publicas do entorno do Arajara Park que juntamente com seus professores e alunos, promovem aulas de educação ambiental, enfatizando os cuidados com o lixo. Os alunos de baixa renda recolhem o lixo do entorno, trazem para o Instituto Arajara, sob a supervisão do IFCE e trocam o lixo por entrada ao Parque Aquático, tornando-se assim um projeto sócio-ambiental de extrema relevância.

rppn No Arajara Park está a única RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural), do Sul do Ceará, reconhecida pelo Ministério do Meio Ambiente. Está sendo elaborado um plano de manejo que contempla nesta área especifica, educação ambiental, ecoturismo e pesquisa cientifica.

Clique na imagem para ampliar

gruta do_fariasLocalizada no Município de Barbalha, no sopé da chapada do Araripe, próximo ao disrito de Arajara, é uma gruta arenítica, da idade do cretáceo inferior, com cerca de 100 milhões de anos, onde existem registro de vida pré-histórica  e 150m de extensão. No seu teto encontram-se conjuntos de espeleotemas de grande beleza cênica, sendo a única gruta arenítica do ceará com água e a maior do nordeste, donde jorram, segundo o DNPM – Departamento Nacional de Produção Mineral, cerca de 200 mil litros de água por hora.

soldadinho do araripe


Descoberto nos arredores da Gruta do Farias – Arajara Park, na cidade de Barbalha - Ceará em Dezembro de 1996 por Galileu Coelho e Weber Silva. Esse passaro é símbolo de conservação da Chapada do Araripe – Decreto municipal Nº 24/2009. Única espécie existente no planeta que só habita no sopé da Chapada do Araripe.

Está ameaçado de extinção, com cerca de 800 exemplares. Tem a Gruta do Farias e suas levadas como habitat preferido.

Para contribuir com a preservação do soldadinho foram cultivadas plantas que dão frutos e alimentos, na diversidade que a espécie requer, para sua conservação e procriação.

Sobre esse belo pássaro, foram feitos e publicados vários estudos científicos.